Sou porque somos

Há alguns dias, a Inês me disse que queria escrever um post para o blog, falando um pouco da visão dela dessa enorme aventura que vivemos juntas. Quem acompanha sabe que temos questões distintas e enfrentamos as dificuldades com muito companheirismo e união. Hoje ela me mandou o texto. Eu, claro, chorei ao ler. Gosto quando ela se coloca. Eis:

Um dia acordei e ela ainda dormia ao meu lado.

Estávamos juntas e apaixonadas há algumas semanas e ali estava ela: branquinha, sardinhas no rosto, o cabelo preto atrás da orelha, asas tatuadas nos tornozelos, em paz… A pessoa mais incrível que eu já havia conhecido. Eu queria que ela ficasse para sempre, mas ela tinha uma ponte aérea naquela manhã. Morava em São Paulo e eu no Rio. A essa altura, a distância já era insuportável e a gente havia decidido que queríamos ficar juntas.

Depois da Maíra, poemas e canções de amor fizeram sentido. Depois da Maíra, o mundo ganhou cores, sabores, texturas. Depois da Maíra, eu finalmente me encontrei e me descobri.

O amor que a gente sentia era tanto, que nos completou, transbordou e precisava multiplicar. Queríamos formar uma família. Nossa família.

Mas, ao contrário da Maíra, meu desejo de ser mãe não era latente. Antes de ela entrar na minha vida, eu já nem pensava mais nisso.

Casamos. Com o tempo, o que chamam de “calling” veio gritando de forma ensurdecedora. Formar uma  família com ela era o que eu mais queria. Já via meu futuro e meus filhos em seus olhos.

Decidimos fazer o tratamento e ser mães. Como sempre, demos as mãos e fomos.

Tudo é muito intenso e muito íntimo no processo. A gestação desse sonho começa bem antes da inseminação propriamente dita. Fiz questão de aplicar todas as injeções na Maíra e chorei varias vezes, emocionada. Acho extremamente importante participar de tudo desde o início. Viver o que fosse capaz junto dela.

A experiência da maternidade é diferente para nós duas e, às vezes, parece difícil para as pessoas entenderem uma mulher grávida sem um bebê na barriga. E isso várias vezes me machuca. Então, sinto que preciso me colocar.

Estou grávida também. Vivi todo o tratamento intensamente. Esperei ansiosamente por aquele resultado positivo. Estou grávida, sim. Grávida num útero simbólico, diferente. Há também um cordão umbilical energético, espiritual, que me liga intimamente e poderosamente à minha filha.

Quando ouvi seu coração bater pela primeira vez, cada célula do meu corpo vibrou e senti a maternidade pulsando dentro de mim.

Meu coração bate fora de mim, bate dentro do ventre da Maíra. E a Antonia não poderia estar num lugar melhor e mais seguro.

Seguimos fortes, juntas, mãos dadas, como sempre.

Ainda há muita ignorância e desinformação. Há também muito preconceito camuflado em piadinhas cruéis como quando me perguntaram se sou o pai ou quem é o pai. “Não é pai. É doador!” respondemos pela enésima vez.

Sou mãe. Vou amamentar minha filha quando ela nascer.

Antonia tem duas mães.

E ela vai saber que é fruto do nosso amor. Um amor lindo, forte e verdadeiro. Ela vai saber que duas mães a desejaram muito e que ela é muito amada.

Sou mãe. Sinto isso na minha alma, no meu corpo, no meu coração.

Sou porque somos, Maíra. Só tinha de ser com você, meu amor.

Amo nossa família. Duas mães e uma filha.

5 respostas para ‘Sou porque somos

  1. Estou emocionada!
    Hoje consegui ler a mensagem da Inês!
    Que palavras intensas e verdadeiras!
    Fico muito feliz em saber que minhas sobrinhas são mulheres resolvidas e muito amadas!
    Que sorte da Antônia nascer dessas mães maravilhosas!!

    Curtir

  2. Que texto lindo me emocionei ao ler, ainda não sou mãe mas sei que ainda vou ser, estou me preparando para esse momento, que Deus abençoe sempre vocês!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s